Vírus Sincicial Respiratório

Áreas médicas: Infectologia, Pediatria, Pneumologia

Quantificação de RSV e diferenciação dos subgrupos A e B em um único teste

O KIT XGEN MASTER RSV é um teste quantitativo que permite a detecção do Vírus Sincicial Respiratório (RSV) e diferenciação da nucleoproteína RSV-A/B, em amostras de escarro, swab nasal e swab de faringe.

Importância do Diagnóstico

Os vírus Sincicial Respiratório A (RSV-A) e vírus Sincicial Respiratório B (RSV-B) são causadores de infecção no trato inferior respiratório, geralmente ocorrendo no inverno. Os RSV trazem mais riscos a pacientes dos seguintes grupos: crianças nos primeiros anos de vida (causando bronquiolite e pneumonia), imunocomprometidos e idosos.

O diagnóstico é, em geral, clínico, caracterizado pela ocorrência de primeiro episódio de sibilância (conhecido popularmente como chiado no peito), acompanhado de coriza, tosse e febre, que pode evoluir para taquipnéia e dificuldade ventilatória. No entanto, os sintomas clínicos por infecções pelo Vírus Influenza e pelo Vírus Respiratório Sincicial são muito parecidos, dificultando sua diferenciação.

Pessoas infectadas com RSV transmitem durante 3 a 8 dias e pessoas saudáveis normalmente se recuperam da infecção por RSV entre 1 e 2 semanas. No entanto, as complicações podem ser mais graves.

Estudos in vitro sugerem que o RSV-A e RSV-B se diferem na habilidade de induzir citocinas da cascata de eventos pro-inflamatórios. Em geral, o RSV-B tem respostas significativamente menores que o RSV-A, deste modo, o RSVA é mais associado com a gravidade da doença quando comparado com o RSV-B.

Deste modo, a identificação do quadro em conjunto com o genótipo é um fator importante para determinar a gravidade da doença. Uma vez que a carga viral é alta, nos primeiros cinco dias após a infecção, a detecção por métodos moleculares é a mais eficaz no diagnóstico rápido dessas doenças. Neste teste, os RNA virais podem ser detectados com alta especificidade e sensibilidade, diminuindo assim o risco de resultados falso-positivos ou falso-negativos.

Vantagens do Diagnóstico Molecular por PCR em tempo Real

A PCR em Tempo Real (qPCR) é uma variação da técnica de PCR (Polymerase Chain Reaction), em que o resultado é visualizado ao mesmo tempo em que ocorre a amplificação da sequência de interesse do DNA, com a capacidade quantificar os patógenos detectados com maior precisão.

  • Diagnóstico rápido e sensível, principalmente se comparado a outras metodologias;
  • Metodologia confiável para o diagnóstico médico;
  • Facilidade na interpretação dos dados;
  • Processamento do teste em até 2h30;
  • Todos os reagentes necessários fornecidos em um único kit;
  • Precisão, especificidade e alto desempenho.
RSV amplificaton plot

A curva de amplificação pode ser verificada (Vermelho=105 cópias/μL, Amarelo=104 cópias/μL, Verde claro=103 cópias/μL, Azul=102 cópias/μL).

A análise das curvas de amplificação deve ser realizada sempre no Modo Linear. A presença de FLUA, Cor229, HPIV1, HPIV3 e HRSVA/B é indicada pelo aumento do fluoróforo FAM. O aumento do fluoróforo VIC indica a presença de RV, Cor63, HPIV2, HMPVA/B e HPeV. O canal de detecção ROX indica a presença de FLUB, HPIV4, HKU, HBoV, EV e o aumento do fluoróforo CY5 indica a presença de H1N1, Cor43, Mpneu e HAdV.

DOWNLOADS

ORÇAMENTO

Especificação Descrição
Metodologia/Tecnologia qPCR/TaqMan®
Quantidade de Testes 48 testes
96 testes
Amostras Escarro, swab nasal e swab de faringe
Modelo XG-RSV-MB-48
XG-RSV-MB
Registro ANVISA 80502070078