Painel Respiratório 21 Patógenos

Áreas médicas: Infectologia, Pediatria, Pneumologia

Teste molecular in vitro para a detecção qualitativa de ácido nucleico em amostras clínicas como auxílio para a avaliação de infecção do trato respiratório.

As infecções respiratórias agudas são classificadas como infecções do trato respiratório alto ou baixo e são a causa mais comum de morbidade e mortalidade entre pacientes pediátricos no mundo todo. A síndrome clínica mais frequente é o resfriado comum, porém em pacientes com doenças respiratórias crônicas e imunocomprometidos, a infecção pode levar a graves complicações clínicas.

Em geral, a maior parte das infecções respiratórias é causada por vírus, mas também podem ser causadas por bactérias. As doenças causadas pelos patógenos respiratórios podem desencadear diferentes sintomas. Por essa razão, é tão importante a utilização de um teste diagnóstico capaz de identificar o agente. A identificação precisa permite a intervenção clínica precoce e o melhor manejo terapêutico do paciente.

Com uma alta sensibilidade e especificidade, os ensaios moleculares, como a PCR em Tempo Real, têm sido a solução utilizada para a detecção simultânea dos patógenos mais comumente envolvidos em infecções respiratórias.

 

Identificação rápida e precisa do sarampo para diagnóstico e controle epidemiológico

Diagnóstico Molecular:

+ RÁPIDO

Diagnóstico em poucas horas

+ SENSÍVEL

Diagnóstico de alta sensibilidade

+ ESPECÍFICO

Fácil interpretação dos dados
Todos os reagentes necessários fornecidos em um único kit

+ ACESSÍVEL

Detecção de 24 patógenos em uma única amostra
Precisão, especificidade e alto desempenho
Laudos completos com análise realizada pelo próprio equipamento

A análise das curvas de amplificação deve ser realizada sempre no Modo Linear. A presença de FLUA, Cor229, HPIV1, HPIV3 e HRSVA/B é indicada pelo aumento do fluoróforo FAM. O aumento do fluoróforo VIC indica a presença de RV, Cor63, HPIV2, HMPVA/B e HPeV. O canal de detecção ROX indica a presença de FLUB, HPIV4, HKU, HBoV, EV e o aumento do fluoróforo CY5 indica a presença de H1N1, Cor43, Mpneu e HAdV.

DOWNLOADS

ORÇAMENTO

Especificação Descrição
Metodologia/Tecnologia qPCR/TaqMan®
Quantidade de Testes 64 testes
Amostras Swab nasal e de garganta, lavado broncoalveolar, escarro
Modelo XG-PR21-MB
Registro ANVISA 80502070034