Herpes Simplex 2

Áreas médicas: Infectologia

O diagnóstico precoce evita a disseminação do vírus e possíveis encefalites e queratites em imunossuprimidos

O HSV2 é transmitido quase exclusivamente por via sexual, causando infecção na região anal ou genital. Contudo, pode também ser transmitido por contato orogenital. A infecção ocorre pela inoculação do vírus em superfície mucosa suscetível como orofaringe, cervix e conjuntiva ou através de pequenas lesões na pele. As infecções por HSV2 são mais frequentes no período perinatal e no início da vida sexual ativa. Em pacientes imunocomprometidos, como transplantados e pacientes infectados com HIV, as infecções pelo HSV2 podem se disseminar e levar a sérias complicações.

Uma grave consequência da infecção por HSV2 é a transmissão para o feto ou recém-nascido. A infecção fetal intrauterina ocorre como consequência de infecções transplacentárias ou infecção ascendente e acontece em cerca de 10% dos casos. A forma mais comum de infecção é o contato do recém-nascido, durante o parto, com secreções maternas infectadas, ocorrendo em 75 a 80% dos casos.

Ambas as infecções, orais ou genitais, são maioritariamente assintomáticas, porém podem causar desde sintomas leves até bolhas dolorosas ou úlceras no local da infecção. Os ensaios moleculares permitem que os principais tipos de vírus herpes simplex sejam diferenciados com alta especificidade e sensibilidade. Atualmente a PCR em Tempo Real é o diagnóstico padrão para infecções por HSV no sistema nervoso central e vem sendo utilizada para o diagnóstico de herpes genital devido a sua sensibilidade.

 

Benefícios do diagnóstico e monitoramento molecular

+ Rápido

Resultados em poucas horas

+ Sensível

Diagnóstico de alta sensibilidade

+ Preciso

Metodologia sem falsos positivos ou negativos

+ Acessível

Todos os reagentes necessários fornecidos em um único kit

DOWNLOADS

ORÇAMENTO

Especificação Descrição
Metodologia/Tecnologia qPCR/TaqMan®
Quantidade de Testes 100 testes
Amostras Sangue total, plasma, líquido cefalorraquidiano (LCR), urina e swab genital
Limite de Detecção 1,309 cópias/μL
Modelo XG-HSV2-MB
Equipamentos Compatível com automação. Consulte-nos
Registro ANVISA 80502070040