Vírus Epstein-Barr (EBV)

Áreas médicas: Infectologia, Transplante

Patógenos: EBV, Vírus Epstein-Barr

Diagnóstico precoce de Infecção por EBV com alta sensibilidade e especificidade

O Kit XGEN Master EBV é um teste in vitro para a detecção quantitativa do DNA do vírus Epstein-Barr (EBV).

Importância do Diagnóstico

O EBV, membro da família Herpesviridae, é transmitido pela saliva e infecta células epiteliais da orofaringe,
nasofaringe, glândulas salivares e ainda linfócitos B. O vírus está associado principalmente à ononucleose infecciosa na adolescência, mas também pode estar relacionado a outros tumores.

Mais de 90% da população mundial é infectada por esse vírus em algum momento da vida, entretanto, a maioria das infecções é assintomática e o indivíduo acaba adquirindo imunidade. Assim como outros vírus da família do herpes, o vírus pode ficar latente após a infecção primária, podendo reativar a qualquer momento.

Em indivíduos imunocomprometidos, tais como receptores de transplante e pacientes portadores de HIV, a alta replicação do EBV é o principal fator predisponente para o desenvolvimento de uma ampla gama de transtornos linfoproliferativos de células B, como o linfoma de Burkitt, carcinoma nasofaríngeo e linfoma Hodgkin e não-Hodgkin.

Cerca de 3% a 5% dos transplantados de rim e fígado apresentam EBV e precisam atenuar o regime de imunossupressão, além de se submeterem a tentativas de terapêutica antiviral.

A medição quantitativa do DNA do EBV diferencia os portadores saudáveis, com baixos níveis de carga viral, dos portadores com elevada taxa de replicação viral, responsável pelas doenças relacionadas com EBV.

Dessa forma, a detecção precoce do EBV e o monitoramento da carga viral é crucial para um tratamento eficaz e alteração da terapia com a droga imunossupressora que pode resultar na regressão da doença proliferativa.

Deste modo, os ensaios moleculares, tais como os ensaios de PCR em Tempo Real, são uma ferramenta útil para o diagnóstico precoce de infecção por EBV devido à alta sensibilidade e especificidade.

Vantagens do Diagnóstico Molecular por PCR em tempo real

A PCR em Tempo Real (qPCR) é uma variação da técnica de PCR (Polymerase Chain Reaction), em que o resultado é visualizado ao mesmo tempo em que ocorre a amplificação da sequência de interesse do DNA, com a capacidade quantificar os patógenos detectados com maior precisão.

  • Tipos de amostra: sangue total e plasma;
  • Capacidade de quantificar o DNA viral sem manipulação de amostra pós-PCR;
  • Metodologia confiável para o diagnóstico médico, sem falsos positivos ou negativos;
  • Facilidade na interpretação dos dados;
  • Processamento do teste em até 2h30;
  • Todos os reagentes necessários fornecidos em um único kit;
  • Precisão, especificidade e alto desempenho.

 

EBV-1

A presença de EBV é indicada pelo aumento da fluorescência do fluoróforo FAM. O controle interno é incluído na extração de ácidos nucleicos ou na mistura de reação de PCR para garantir a qualidade no resultado da amostra, já que possibilita a identificação de inibição no processo. A amplificação positiva é detectada no canal de fluorescência do fluoróforo JOE/VIC.

 

EBV-2

Curva de quantificação do kit EBV (Vermelho=104 cópias/μL; Amarelo=103 cópias/μL; Verde claro=102 cópias/μL; Verde escuro= 10 cópias/μL ).

DOWNLOADS

ORÇAMENTO

Especificação Descrição
Metodologia/Tecnologia qPCR/TaqMan®
Quantidade de Testes 100 testes
Amostras Sangue total e Plasma
Modelo XG-EBV-MB
Registro ANVISA 80502070016