PRODUTOS

Automação
Star Line
Nimbus
Diagnóstico
Fatores de coagulação relacionados às trombofilias
HLA-B27
Kit Master BK Poliomavírus (BKV)
Kit Master Chlamydia trachomatis
Kit Master Citomegalovírus (CMV)
Kit Master Enterovírus spp.
Kit Master Vírus Epstein-Barr (EBV)
Kit Master Herpes Vírus Humano 6
Kit Master Vírus Herpes Simplex 1
Kit Master Vírus Herpes Simplex 2
Kit Master Mycobacterium Tuberculosis (MTB)
Kit Master Toxoplasma gondii (TOXO)
Kit Master Zika Vírus
Kit multiplex Dengue e Chikungunya
Kit Multiplex Gastroenterite Bacteriana
Kit Multiplex Gastroenterite Viral
Kit Multi HPV Chip
Kit multiplex Zika, Dengue e Chikungunya
Kits Xgen IgG e IgM
Multi Citomegalovírus (CMV) e Virus Epstein-Barr (EBV)
Kit Multiplex Meningite Bacteriana
Kit Multiplex Meningite Viral
Kit Multiplex Neuro 9 – Encefalites
Kit Multiplex Painel Respiratório – 21 Patógenos
Kit Multiplex para detecção de ISTs
Kit Multi Sepse Chip
Kit Multiplex Influenza
Transcritos BCR-ABL
Hain Life Science
Micobactéria – Resistência
GenoType MTBDRplus
GenoType MTBDRsl
GenoType NTM-DR
GenoType LepraeDR
Micobactéria – Identificação e Diferenciação
GenoType Mycobacterium AS
GenoType Mycobacterium CM
GenoType MTBC
Microbiologia – Resistência
Genotype Cdiff
GenoType Enterococcus
GenoType HelicoDR
Microbiologia – Identificação e Diferenciação
GenoType EHEC
GenoType MRSA
GenoType Staphylococcus
Equipamentos
TWINCUBATOR
GT-BLOT 48
GenoScan
Kits de Extração
Mini Spin Plus
Mini Spin Vírus DNA/RNA
Mini Cent
Biopur Kit Mini Mag SL/NB
Pesquisa (RUO)
Doenças sexualmente transmissíveis
FTD STD9
FTD Swab Vaginal
FTD Confirmação de Gonorreia
FTD Úlcera Genital
Febres tropicais
Febres Tropicais Core
FTD Febres Tropicais Africanas
FTD Febres Tropicais Asiáticas
FTD Malária
FTD Diferenciação Malária
FTD Ebola
FTD RVFV
FTD CCHFV
Gastroenterites
FTD Parasitas Fecais
FTD Noro-C.diff
FTD Noro
FTD C.difficile
FTD EPA
Hepatites
FTD DNA Hepatite B
FTD RNA Hepatite C
FTD RNA Hepatite E
Infecções oculares
FTD Olho
Infecções pediátricas, febres e erupções cutâneas
FTD Febre Vesicular
FTD Febre e Erupções Cutâneas
FTD Sarampo
FTD Caxumba
FTD Sepse Neonatal
FTD Meningite Neonatal
FTD GBS
FTD Dermatófitos
Infecções respiratórias
FTD 21 Patógenos Respiratórios Plus
FTD 33 Patógenos Respiratórios
FTD Pneumonia Bacteriana CAP
FTD Atípico CAP
FTD Pneumonia Bacteriana HAP
FTD Bordetella
FTD Mers-CoV
FTD Pneumocystis jirovecii
FTD Flu/HRSV
FTD Legionella
FTD HCoV
FTD HAdV/HMPV/HBoV
FTD Flu Diferenciação
FTD HPIV
FTD SPn/Staph/MC/HI
FTD HRV

Clostridium Difficile

Infecções com Clostridium difficile podem provocar diarreia, colite pseudomembranosa e fulminante e podem até mesmo levar à morte. Estes sintomas são causados pela patogenicidade do locus que codifica as toxinas A e B em cepas virulentas de C.difficile.

Nos últimos anos, tem sido observado um aumento de graves infecções de C. difficile e da taxa de mortalidade. Umas das razões são cepas hipervirulentas como o ribotipo 027, que produzem uma toxina binária, além das toxinas A e B. A produção de toxinas também pode ser reforçada por deleções no gene regulatório tcdC.
Portanto, diagnósticos rápidos e confiáveis de C. difficile são essenciais para o início de uma terapia bem sucedida e são necessários a fim de evitar a propagação do patógeno.

Enterococcus

Enterococcus são bactérias comensais no intestino dos seres humanos. Entretanto, E. faecalis e E. faecium também pertencem aos patógenos mais comuns causadores de infecções nosocomiais, na qual ambas as espécies podem levar a feridas do trato urinário e a infecções como a endocardite e septicemia.

Como, na maior parte do tempo, os enterococos são intrinsecamente resistentes a antibióticos como as cefalosporinas, quinolonas e clindamicina, os pacientes são frequentemente tratados com os antibióticos de última instância, como a vancomicina e teicoplanina.

Devido ao uso excessivo destes antibióticos glicopeptídicos nas últimas décadas, foi observado um aumento alarmante na freqüência de enterococos resistentes à vancomicina (VRE). Deste modo, são de importância terapêutica e epidemiológica a rápida diferenciação das espécies e a simultânea determinação de suas resistências.

Helicobacter Pylori

Praticamente metade da população mundial é colonizada por Helicobacter pylori (H. pylori), apesar de muitos pacientes serem assintomáticos.

O H. pylori é considerado uma causa comum da doença gastroduodenal e é responsável por uma grande porcentagem de úlceras gástricas, gastrite e refluxo gástrico. A infecção crônica com H. pylori também é um fator de risco para o desenvolvimento do câncer gástrico e do linfoma MALT (Tecido Linfoide associado à mucosa).

Devido à sua associação com cânceres malignos, a terapia de erradicação é indicada na vidência de uma infecção por H. pylori. Sendo corretamente aplicada, a terapia é bem sucedida na maioria dos casos. No entanto, aplicada erroneamente, ela resulta em um aumento das taxas de resistência à claritromicina. Nesses casos, a troca por antibióticos alternativos é necessária.

Portanto, a resistência do H. pylori aos fármacos deve ser determinada com a maior antecedência possível.

Detecção Direta e Teste de Suscetibilidade às Drogas

hain-06

Genotype Cdiff

Ensaio molecular genético para identificação do Clostridium difficile toxigênico e para a diferenciação de cepas não-patogênicas, virulentas e hipervirulentas incluindo o ribotipo 027.

Ver detalhes

GenoType Enterococcus

Ensaio molecular genético para detecção de Enterococcus resistentes à vancomicina.

Ver detalhes

GenoType HelicoDR

Ensaio molecular genético para detecção de H. pylori e a sua resistência à claritromicina e/ou às fluoroquinolonas.

Ver detalhes

Preencha os campos e receba as novidades da Mobius em seu e-mail!